PRIVATE AREA | REGISTER EN PT ES
Login
NOTÍCIAS Paraísos Fiscais
O mais recente caso que veio a público do Panama Papers põe a descoberto mais um escândalo de lavagem de dinheiro e fuga aos impostos, envolvendo centenas de personalidades públicas, poder político e grupos mafiosos.

Não é novo que em regimes pouco democráticos, a classe política promove as leis a seu favor e tende a aproveitar-se das relações promiscuas com o poder económico para benefício próprio. O mesmo acontece por vezes também em alguns regimes democráticos mas que são cada vez mais escrutinados (veja-se o exemplo Português).

Mas eu gostaria de mencionar que lavagem de dinheiro proveniente de atividades criminosas é um crime bem diferente de fuga fiscal, embora ambos graves. E relativamente a este último, existe sempre alguém que foi apanhado na curva. Ou seja, quero dizer que certamente a maioria dos casos refere-se a esquemas muito bem estudados e intencionados de fuga fiscal, no entanto, não devemos tratar tudo da mesma maneira pois existem com certeza casos de pura ignorância e mau aconselhamento.

O comum dos mortais tem pouca literacia financeira, tal como demonstram os vários estudos e entrevistas recentes feitas às pessoas em diferentes países, e atravessa os diferentes estratos sociais embora com maior incidência nos mais baixos certamente. E ainda maior ignorância parece existir sobre a temática fiscal, tema este complexo e que envolve uma constante atualização de conhecimentos. É normal e até recomendável que se procure uma maior eficiência fiscal a todo o momento pois pode significar uma poupança assinalável e um melhor aproveitamento de recursos. Isto não significa que se desrespeite a lei, muito pelo contrário, tenta-se procurar dentro do permitido o que melhor se aplica à realidade de cada um.  E neste campo o bom ou mau aconselhamento faz toda a diferença, não só a nível financeiro como a nível do cumprimento das leis, logo penal. Existem muitos profissionais a dar aconselhamento fiscal no nosso País, importa da parte do cliente tentar perceber quem tem bom lastro e conhecimento e a todo momento indagar sobre as propostas apresentadas e/ou implementadas. Estes temas são demasiado importantes para nos excluirmos destes assuntos e deixar tudo na mão do consultor. Não me custa a acreditar que algumas pessoas com muito sucesso na sua vida profissional, não tenham tido paciência para perceber os circuitos que o seu dinheiro percorre quando muitas vezes a sua gestão é dada a terceiros. 

João Boullosa
Managing Partner
DUO Capital

08/04/2016
VIDA ECONOMICA
ÚLTIMAS NOTÍCIAS